8 DE JANEIRO: relembre o passo a passo do dia que marcou a história política recente do Brasil e que hoje completa um ano

Siga nosso Canal no Youtube
youtube.com/@radiopiranhas

No dia 8 de janeiro de 2023, Brasília testemunhou uma série de eventos que marcariam profundamente a memória política do país. Os acontecimentos desse dia ficariam conhecidos por sua relevância histórica, onde atos antidemocráticos sacudiram a capital federal. Vamos relembrar o passo a passo desses eventos que deixaram uma marca duradoura na história brasileira.

1. Início da Manhã: Presença de Autoridades: Alertas da Abin informavamm que haviam chegado cerca de 101 ônibus a Brasília para “os atos previstos na Esplanada.” Convocações e incitações para deslocamento até a Esplanada dos Ministérios eram enviados e recebidos por apoiadores do ex-presidente Bolsonaro. No Congresso, havia a presença de diversas autoridades, incluindo o então presidente do Senado, Senador Veneziano Vital do Rêgo, que ocupava o cargo de presidente interino da Casa.

2. Ataque às Sedes dos Três Poderes Por volta das 10h, grupos de manifestantes infiltrados nas manifestações pró-democracia se dirigiram às sedes dos Três Poderes: Palácio do Planalto, Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal (STF). O clima pacífico rapidamente se transformou em tumulto, resultando em atos de vandalismo e depredação.

3. Tentativa de Derrubada da Democracia Os manifestantes, identificados como apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro, protagonizaram uma tentativa de derrubada da democracia ao invadirem espaços simbólicos da política brasileira. A situação se intensificou com confrontos entre manifestantes e as forças de segurança.

4. Reação Imediata das Autoridades Diante do caos, autoridades como o presidente do Senado e outros líderes políticos reagiram imediatamente para conter a violência e preservar a ordem democrática. Veneziano Vital do Rêgo foi destaque por sua atuação em prol da democracia.

5. Danos às Estruturas e Símbolos Os atos resultaram em sérios danos às estruturas físicas dos edifícios e a símbolos importantes da democracia brasileira. O Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o STF foram alvos de depredação.

6. Início da expulsão invasores dos prédios públicos Chega ao Palácio do Planalto o Batalhão da Guarda Presidencial. O Batalhão de Choque da PMDF, requerida duas horas antes, também chegou ao Congresso Nacional.

7. Demissão do secretário de Segurança Pública do DF e intervenção federal O governador do DF, Ibaneis Rocha, demite o secretário de Segurança Pública, Anderson Torres, em férias antecipada nos Estados Unidos. Boa parte dos prédios invadidos estão desocupados, mas multidão ainda se concentra em parte externa do Congresso Nacional. De Araraquara (SP), o presidente Lula decreta intervenção federal na Secretaria de Segurança Pública do DF.

8. Nota de Bolsonaro Dos Estados Unidos, cerca de 6 horas após o início das invasões e depredações, o ex-presidente Jair Bolsonaro publica nota em rede social condenando os ataques e se eximindo de qualquer responsabilidade.

9. Contagem dos prejuízos Na parte da noite, o presidente Lula chega a Brasília e vistoria o Palácio do Planalto e o STF em companhia dos ministros Rosa Weber, Roberto Barroso e Dias Toffoli.

Posteriormente, o Senado Federal promoveu uma exposição com 50 registros fotográficos, documentando os estragos causados aos prédios dos Três Poderes e a tentativa de golpe à democracia. O intuito era manter viva a memória desse episódio significativo da história recente do Brasil.

Veneziano Vital do Rêgo recebeu uma comitiva de parlamentares do Reino Unido que elogiaram sua atuação e as providências tomadas diante dos eventos de 8 de janeiro.

Para marcar o primeiro ano dos atos antidemocráticos, está programado o ato “Democracia Inabalada”, liderado pelo presidente Luís Inácio Lula da Silva, com a entrega simbólica da réplica da Constituição Federal retirada durante os eventos. Este ato busca reafirmar a importância do regime democrático e lembrar a necessidade de preservar os valores democráticos no Brasil.”

source
Blog do Ninja

Compartilhar:

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *