Amaury Lorenzo, o Ramiro de “Terra e Paixão”, critica abordagem no Galeão

@radiopiranhas

O ator Amaury Lorenzo, que interpreta o personagem Ramiro na novela “Terra e Paixão”, criticou uma abordagem de funcionários do aeroporto do Galeão nesta sexta-feira (12).

“No aeroporto do Galeão, do Rio de Janeiro, tive que ficar descalço, sem conseguir embarcar, porque eu estou preso aqui, sem conseguir embarcar, com a desconfiança de que estou levando alguma coisa. Triste, né? Pois é”.

O ator ainda sugeriu que a situação poderia se tratar de um caso de discriminação e racismo: “Deve ser meu cabelo, a minha pele”. A fala foi feita em um vídeo publicado no Story do Instagram dele nesta sexta.

Enquanto o ator tenta falar sobre a situação, é possível ouvir um homem, provavelmente funcionário do aeroporto, ao fundo, que diz que ele não pode fazer vídeos no local onde estava: “Ei, querido, não pode gravar aqui, não!”.

Também é possível ver alguém tocando em Amaury Lorenzo para tentar fazê-lo encerrar o vídeo. O ator, então, finaliza a gravação rapidamente dizendo “depois a gente conversa”.’

Em resposta à CNN, o Galeão afirmou que a situação se tratou de uma “inspeção aleatória”, definida “por acionamento automático realizado pelo equipamento de raio-X”.

“O mecanismo segue rigorosamente as normas estabelecidas na resolução DAVSEC nº 02-2016 dos Procedimentos de Inspeção de Segurança regulamentados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC)”, diz a nota do aeroporto.

A assessoria de comunicação do terminal também afirmou que a abordagem foi “conduzida com respeito e cordialidade pelos agentes do aeroporto” e que “outras pessoas também passaram pelo mesmo procedimento”.

Apesar de Amaury Lorenzo dizer no vídeo que foi impedido de embarcar, o Galeão negou e afirmou que ele embarcou normalmente após o procedimento.

O Galeão também disse que repudia qualquer forma de discriminação e que tem compromisso com a igualdade e a diversidade.

Veja também – Qual a diferença entre racismo e injúria racial?

source
Fonte: CNN

Compartilhar:

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *