Clima segue perigosamente frio enquanto corrida presidencial começa nos EUA

@radiopiranhas

Grande parte dos Estados Unidos seguia assolada por uma rajada ártica nesta segunda-feira (15), que cortou a energia de dezenas de milhares de consumidores nos Estados do norte e no Texas e pode reduzir o comparecimento em Iowa, onde os primeiros eleitores irão votar no candidato republicano que desejam para a corrida presidencial de novembro.

O clima perigosamente frio deve durar o dia inteiro. O Centro-Oeste será a região mais afetada, mas também haverá neve e chuva congelante nos Estados do Sul e do Meio-Atlântico, disse o Serviço Meteorológico Nacional (NWS, na sigla em inglês) em um boletim nesta segunda-feira.

As temperaturas em Iowa devem despencar para 37 graus Celsius negativos — patamar que representa risco à vida — na noite desta segunda-feira (15), quando os eleitores se reúnem em assembleias chamadas de caucuses para selecionar o indicado do Partido Republicano à eleição presidencial.

As condições perigosas fizeram com que candidatos republicanos cancelassem eventos de campanha no domingo, quando uma nevasca cobriu o Estado, mesmo enquanto incentivavam apoiadores a encarar temperaturas geladas para votar.

O clima extremo desta segunda-feira pode manter alguns eleitores em casa, mas não deve mudar a larga vantagem que as pesquisas dão ao ex-presidente Donald Trump contra seus principais adversários, o governador da Flórida, Ron DeSantis, e a ex-embaixadora da ONU, Nikki Haley.

Ventos frios devem chegar a até 50 graus Celsius negativos em Estados como Montana, Dakota do Sul e Dakota do Norte.

Energia elétrica e voos interrompidos

Milhares de voos internos e internacionais sofreram atrasos ou foram cancelados nesta segunda-feira. Os piores problemas foram registrados no Aeroporto Internacional de Denver e no Aeroporto Internacional O’Hare de Chicago, segundo o site de rastreamento de voos, FlightAware.com.

A energia elétrica foi restaurada em vários locais onde havia caído por conta da tempestade ao longo do fim de semana, mas até o meio-dia desta segunda-feira no horário local, as luzes continuavam apagadas para mais de 100.000 consumidores no Oregon e dezenas de milhares no Texas, na Pensilvânia e em Michigan, de acordo com o site PowerOutage.US.

O Conselho de Confiabilidade Elétrica do Texas (ERCOT, na sigla em inglês) pediu que os consumidores economizem eletricidade entre 6h e 10h (horário local) desta segunda-feira devido às temperaturas congelantes, demanda recorde e ventos baixos excepcionais. O conselho afirmou que condições similares são esperadas para a terça-feira.

O clima frio congelou poços dos Estados Unidos no domingo, levando a produção de gás natural dos EUA preliminarmente ao menor patamar em 11 meses, ao mesmo tempo em que a demanda por gás para aquecimento e geração de energia disparou.

source
Fonte: CNN

Compartilhar:

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *