Governo do Piauí anuncia reajuste dos professores

Siga nosso Canal no Youtube
www.youtube.com/@radiopiranhas

O governador do Piauí, Rafael Fonteles, anunciou nesta segunda-feira, 15 de janeiro, um reajuste superior ao do Piso Nacional do Magistério para professores da rede estadual do Piauí. A notícia foi divulgada pelo governador em uma publicação na rede social X, ex-Twitter.

Reajuste de 4,7% para professores do Piauí

De acordo com a publicação de Fonteles, o Piso Nacional foi reajustado em 3,62%, passando a R$ 4.580,57 para cargos com regime de trabalho de 40 horas semanais. No entanto, os professores da rede estadual do Piauí terão um reajuste de 4,7%, elevando o salário para R$ 4.630,00. O reajuste é aplicável tanto para docentes ativos quanto para aposentados.

Definição do percentual de reajuste

O governador ainda informou que a porcentagem exata do reajuste será estabelecida após uma reunião agendada para o dia 18 de janeiro na Mesa Permanente de Negociação com os Servidores. O reajuste será aplicado igualmente a todos os servidores do Estado.

Projeto de lei será enviado à ALEPI

O projeto de lei referente ao reajuste será enviado à Assembleia Legislativa do Piauí (ALEPI) no mês de fevereiro.

Situação dos professores substitutos

Em relação aos professores substitutos, Rafael Fonteles afirmou que o governo continuará a política de aproximação gradativa dos vencimentos em relação aos professores efetivos. Com isso, os docentes temporários devem esperar um reajuste ainda maior em 2024.

O anúncio feito pelo governador repercutiu bastante e gerou expectativas positivas entre os docentes do estado. Com a efetivação do reajuste, espera-se um estímulo ainda maior para a classe, sobretudo no atual cenário de desafios impostos pela pandemia.

Essas medidas devem impactar cerca de x professores, que atuam em mais de y escolas estaduais distribuídas por todo o Piauí. O impacto final dessas propostas nos cofres públicos ainda deve ser detalhado pelo governo do estado nas próximas semanas.

source
O Antagonista

Compartilhar:

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *