PF formaliza proposta de apoio ao Equador em meio a crise de violência

@radiopiranhas

A Polícia Federal brasileira formalizou uma proposta de apoio para o Equador lidar com a crise de violência que atinge o país. O documento traz seis medidas práticas.

A primeira é a abertura formal de um escritório em Quito. A ideia é estabelecer pelo menos dois agentes na capital do país vizinho.

Outra medida oferecida é o envio imediato de policiais federais para dar apoio em investigações, ações de inteligência e outras atividades relacionadas à segurança pública.

O documento também relata que a força policial brasileira está disponível para oferecer cursos de treinamento em investigação, inteligência e análise financeira com o objetivo de descapitalizar organizações criminosas. O texto destaca que os mesmos cursos já foram realizados em outros países como Paraguai e Bolívia.

Também foi colocado à disposição equipes de inteligência especializadas na localização de fugitivos e em investigações delicadas.

A PF ofereceu ainda colaboração para identifica criminosos brasileiros, estejam ou não detidos em território equatoriano.

O documento encerra reforçando a possibilidade de uso do Centro de Cooperação Policial Internacional, localizado no Rio de Janeiro, que já conta com um agente da Polícia Nacional do Equador desde outubro de 2023.

Reunião da Ameripol

As propostas enviadas neste sábado foram discutidas durante encontro da Ameripol (Comunidade de Polícias da América). O grupo – que reúne vinte instituições policiais de 16 países – se reuniu nesta sexta-feira (12).

O secretário-geral da iniciativa é diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Rodrigues.

Também estiveram presentes representantes do Ministério das Relações Exteriores e da Assessoria Especial da Presidência da República do Brasil, além do vice-presidente da Interpol para as Américas, Valdecy Urquiza.

source
Fonte: CNN

Compartilhar:

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *