Saiba o que é linfoma de Hodgkin, tipo de câncer diagnosticado em Parreira

@radiopiranhas

O treinador do tetracampeonato mundial da Seleção Brasileira, Carlos Alberto Parreira, está fazendo tratamento contra um linfoma de Hodgkin, tipo de câncer no sangue, segundo a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou nesta sexta-feira (12).

Parreira, que tem 80 anos, já estaria fazendo quimioterapia há quatro meses no Hospital Samaritano e “apresentando excelente resposta“.

O que é linfoma de Hodgkin?

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), linfoma de Hodgkin é um tipo de câncer que tem origem no sistema linfático — composto por órgãos e tecidos que produzem as células responsáveis pela imunidade e os vasos que conduzem essas células através do corpo.

Uma das características deste tipo de câncer é a de se espalhar indo de um grupo de linfonodos para outro, através dos vasos linfáticos.

Geralmente o linfoma de Hodgkin surge quando um linfócito (célula de defesa do corpo) se transforma em uma célula maligna, capaz de se multiplicar descontroladamente e se espalhar para tecidos próximos.

Homens costumam ter maior propensão à doença do que mulheres. E ela costuma se originar com maior frequência na região do pescoço e na região do tórax.

Atualmente, a maioria dos pacientes com linfoma de Hodgkin pode ser curada com o tratamento disponível.

O que aumenta o risco de linfoma de Hodgkin?

Pessoas com sistema imune comprometido — como portadores do vírus HIV e pacientes que usam drogas imunossupressoras — estão mais propensos à doença, além de pessoas com histórico familiar próximo.

Operários da indústria de madeira, agricultores e outros profissionais expostos a agrotóxicos e solventes podem ter risco aumentado para a doença, principalmente se têm contato com agentes comprovadamente cancerígenos.

Quais os sintomas de linfoma de Hodgkin?

Os sintomas dependem do local no qual a doença se origina. Caso se desenvolva em linfonodos superficiais do pescoço, axilas e virilha, formam-se ínguas (inchaços) indolores nesses locais.

Se a doença ocorre na região do tórax, o paciente pode sentir tosse, falta de ar e dor torácica. Na pelve ou no abdômen, os sintomas são desconforto e distensão abdominal.

Febre, cansaço, suor noturno, perda de peso sem motivo aparente e coceira no corpo também são sinais de alerta.

Caso apresente um ou mais dos sintomas, é importante investigar a possibilidade da doença, buscando um diagnóstico precoce.

O diagnóstico é feito por meio de biópsia da região afetada.

Qual o tratamento de linfoma de Hodgkin?

Na maior parte dos casos, a doença é curável através do tratamento adequado — a poliquimioterapia, quimioterapia com múltiplas drogas.

A quantidade de ciclos de quimioterapia depende da avaliação do estágio inicial do tumor, se a doença é localizada ou avançada.

source
Fonte: CNN

Compartilhar:

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *