Tabela do INSS 2024: confira as alíquotas e quanto será o desconto do seu salário

Siga nosso Canal no Youtube
www.youtube.com/@radiopiranhas

A nova tabela do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi divulgada pelos Ministérios da Previdência Social e da Fazenda nesta sexta-feira, 12 de janeiro de 2024.

A tabela tem como base as contribuições mensais dos trabalhadores ativos para a Previdência Social.

Tabela do INSS 2024

As faixas salariais de contribuição para empregados domésticos, trabalhadores da iniciativa privada e contribuintes avulsos foram ajustadas, e as alíquotas variam de 7,5% a 14%.

Segundo a tabela, para aqueles que ganham até R$ 1.412, a alíquota de recolhimento ao INSS é 7,5%.

Para quem ganha de R$ 1.412,01 até R$ 2.666,68, a alíquota sobe para 9%.

Entre R$ 2.666,69 e R$ 4.000,03, o percentual é de 12%.

Já para a faixa salarial de R$ 4.000,04 até R$ 7.786,02, a alíquota é de 14%.

Novo teto de desconto do INSS

O novo teto de desconto do INSS para colaboradores em regime de CLT para 2024 é de R$ 908,85.

Para aqueles que são pró-labore ou autônomos, a contribuição permanece na faixa de 11%, com um teto de R$ 856,46.

A nova tabela já considera o salário mínimo vigente para o ano, que é de R$ 1.412, e entrará em vigor na folha de pagamento de janeiro.

Sendo assim, os novos descontos serão aplicados nos holerites de fevereiro.

Desde 2020, a forma de cálculo do desconto do INSS foi alterada, fazendo com que, na maioria dos casos, houvesse uma diminuição do valor descontado.

Antes, a taxa era aplicada sobre todo o salário, sem divisão por faixas.

Com a reforma da Previdência em 2022, os percentuais foram alterados e, atualmente, as faixas de contribuição são ajustadas anualmente, seguindo a atualização do salário mínimo.

Isso significa que um trabalhador que ganha R$ 3.000 em 2024 deverá descontar a soma de R$ 105,90 referente à primeira faixa, mais R$ 112,92 da segunda faixa e R$ 40,00 da faixa que atinge o salário, totalizando R$ 258,82.

Estas alterações têm o objetivo de facilitar o cálculo do valor devido ao INSS para os contribuintes e ajudar na manutenção do sistema previdenciário brasileiro.

Fonte: Gov.br

source
O Antagonista

Compartilhar:

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *