Trump chega ao tribunal de Nova York para argumentos finais

Julgamento sobre fraude civil termina nesta 5ª feira (11.jan); republicano é acusado de inflar seu patrimônio

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump chegou ao Tribunal de Nova York nesta 5ª feira (11.jan.2024) para acompanhar os argumentos finais de seu julgamento por fraude civil. As informações são do Axios.

Trump foi indiciado em 21 de setembro de 2022 pela procuradora-geral de Nova York, Letitia James. É acusado de aumentar os valores das propriedades da família em declarações de bancos e seguradoras a fim de obter melhores empréstimos.

Dentre os valores inflados, que iriam de US$ 812 milhões (R$ 3,9 bilhões) a US$ 2,2 bilhões (R$ 10,7 bilhões), estariam o resort de Trump em Mar-a-Lago, na Flórida, sua cobertura na Trump Tower, em Manhattan, e outros edifícios e campos de golfe. Os filhos do ex-presidente Donald Jr. e Eric também são citados no processo.

O republicano não falará durante a audiência desta 5ª feira (11.jan). Apesar de ter manifestado vontade de dar declarações durante os argumentos finais, Trump teve seu pedido negado pelo juiz Arthur Engoron.

A recusa se deu porque o ex-mandatário não concordou com as condições estabelecidas: limitar as suas observações aos “fatos relevantes e materiais que estão em evidência”, não criticar funcionários do Tribunal, não apresentar provas novas nem transformar as suas observações num discurso de campanha.

Trumpfalou com jornalistas do lado de fora do Tribunal. Disse que o processo é uma “caça às bruxas inconstitucional”, uma “interferência eleitoral ao mais alto nível” e uma “vergonha”, segundo informações da CNN.

Letitia James pede que o republicano pague uma multa de US$ 370 milhões ao Estado caso seja considerado culpado. Antes, a procuradora-geral havia pedido uma multa de US$ 250 milhões.


source
Fonte – Poder360

Compartilhar:

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *