Whatsapp lidera como aplicativo de mensagens mais popular

Siga nosso Canal no Youtube
www.youtube.com/@radiopiranhas

Em um mundo cada vez mais conectado, os aplicativos de mensagens, como o Whatsapp, têm entrado na lista de indispensáveis para grande parte da população.

Com grande variedade de opções, os usuários migram suas conversas de um aplicativo para outro a depender da popularidade e funcionalidades.

Um levantamento da Similarweb aponta que a liderança desse mercado é da empresa Meta, dona do WhatsApp e o Messenger.

O WhatsApp reina absoluto como app mais popular 

O WhatsApp se destaca na lista de aplicativos de mensagens sendo o número um em pelo menos 61 países, inclusive no Brasil.

No nosso país, o uso do WhatsApp é ainda mais expressivo pois mais de 80% da população utiliza o sistema operacional Android.

O Facebook Messenger, por sua vez, é popular em países como Canadá, Austrália e Estados Unidos.

Os rivais do WhatsApp, mas como menos popularidade

Entretanto, essa hegemonia não significa que outros aplicativos estejam obsoletos.

O serviço russo Telegram é bastante utilizado em dez países, incluindo Ucrânia e Cazaquistão.

O Viber é popular em países do Leste Europeu, enquanto o WeChat é bastante utilizado na China.

Já o Signal, que prioriza a segurança das conversas, não aparece como predominante em nenhum país, mas tem sua parcela de usuários.

Usos diferenciados

Entender o funcionamento desses dados implica compreender como cada plataforma ocupa um lugar diferente na vida dos usuários.

Enquanto o WhatsApp tem uma funcionalidade cotidiana, conectando amigos, famílias e empresas, definições para Telegram e Discord envolvem a busca por interesses comuns.

Ainda que esses aplicativos tenham usos diferenciados, é fato que o crescimento de um não representa necessariamente a diminuição do outro.

Dados do Similarweb mostram que 1,2 bilhão de pessoas acessam diariamente o WhatsApp, enquanto o Facebook Messenger tem 404 milhões de usuários diários e o Telegram tem 196 milhões.

O futuro dos super apps

A incursão cada vez maior do WhatsApp em novas funções, como pagamentos e reservas, sinaliza a tendência ao supera pp – que inclui diversas funcionalidades em uma única plataforma.

O principal exemplo desse modelo é o WeChat, que já ultrapassou o patamar de app de mensagens e hoje é um dos principais meios de pagamento na China.

Ainda que essa ampliação de funções se mostre atrativa para os usuários, no Brasil a aceitação tem sido gradual.

Segundo a Febraban, em 2022 foram realizadas 56,2 milhões de transações via WhatsApp – um número bastante baixo em comparação às 163,3 bilhões de transações realizadas no país no mesmo ano.

Fonte: Folha SP

source
O Antagonista

Compartilhar:

WhatsApp
Facebook
Twitter
Telegram
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *